A Voz do Povo do Oeste

laudo-do-iat-aponta-que-materia-organica-em-grande-volume-poluiu-lago-norte-de-londrina

Laudo do IAT aponta que matéria orgânica em grande volume poluiu Lago Norte de Londrina

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Instituto Água e Terra não conseguiu definir exatamente o que é a matéria orgânica, mas a suspeita é que seja esgoto. Investigações continuam para descobrir o agente causador da poluição. Laudos confirmam poluição de Lago da zona norte de Londrina
Matéria orgânica em volume superior ao padrão foi responsável pela poluição no Lago Norte em Londrina, no norte do Paraná. A informação foi divulgada pelo Instituto Água e Terra (IAT) que analisou amostras de água após moradores da região reclamarem da cor e do cheiro da água.
O IAT não conseguiu definir exatamente o que é essa matéria orgânica, mas a suspeita é que seja esgoto por causa do cheiro. A investigação vai continuar para tentar encontrar o culpado por essa poluição.
Em setembro, moradores e pessoas que frequentam o Lago Norte notaram um volume de material suspenso sobre a água. Inicialmente, a Sanepar foi acionada para investigar as causas, mas a Companhia não encontrou nada de irregular.
Depois disso, a situação piorou ainda mais e a Secretaria Municipal do Ambiente recorreu ao IAT para tentar encontrar uma solução para o problema. Por causa do problema, muitos peixes que viviam no lago morreram.
“Micro-organismos se proliferaram para degradar a matéria orgânica que estava presente. O peixe, por sua vez, que tem respiração braquial, depende do oxigênio da água, morre asfixiado. O animal não morre por conta do poluente, ele morre por falta de oxigênio”, explicou o gerente de Parques e Fauna da Secretaria Municipal do Ambiente, Jonas Pugina.
Por causa do volume de chuvas dos últimos dias, o nível de água do lago subiu o que, segundo o IAT, dificultou o acompanhamento da poluição.
“A situação do lago está melhorando, o volume de água está levando embora matéria orgânica e, infelizmente, poluentes também. Como tivemos muito volume de chuva, a galeria pluvial carrega tudo o que está nas calçadas e no asfalto para locais onde há reserva de água, como os lagos”, disse Pugina.
Segundo o órgão, se o evento tiver sido pontual, o lago não será prejudicado. No entanto, se for rotineiro, os fiscais continuarão acompanhando e analisando amostras para identificar o local que está despejando o material.
Matéria orgânica poluiu Lago Norte em Londrina, apontou laudo do IAT
Reprodução/RPC
Veja mais notícias da região no g1 Norte e Noroeste.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima