A Voz do Povo do Oeste

suspeito-de-matar-namorada-durante-a-ceia-de-natal-e-preso-em-campo-largo,-diz-policia

Suspeito de matar namorada durante a ceia de Natal é preso em Campo Largo, diz polícia

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Antes do ocorrido, o homem participou do amigo secreto com a família da vítima; suspeito foi para fora da casa com a namorada, atirou e fugiu. Mulher de 29 anos morreu no hospital. Evelaine Aparecida Ricardo, de 29 anos, morreu após ser baleada durante a ceia de Natal
Arquivo pessoal
O homem suspeito de matar a namorada durante a ceia de Natal, na sexta-feira (25), no bairro Bom Jesus, em Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), foi preso preventivamente nesta quarta-feira (30).
Alexandre Nascimento estava foragido desde a noite do crime, e a prisão ocorreu no mesmo município, segundo a Polícia Civil.
“Ele compareceu [à delegacia] porque estava com medo. Nós fizemos muitas buscas no bairro que mora a família dele e ele. O crime que ele cometeu é bárbaro, é cruel, e ele tem que responder atrás das grades. A gente tinha que dar essa resposta para a sociedade para que crimes iguais a esse não fiquem impunes”, disse o delegado Haroldo Davison.
Evelaine Aparecida Ricardo tinha 29 anos. De acordo com o cunhado da vítima Marcelo Maier, o suspeito participou do amigo secreto com a família da namorada antes do ocorrido.
Durante a confraternização, ele tomou o celular da vítima. Na intenção de recuperar o celular, Evalaine o seguiu e foi até a frente da casa onde estavam.
Conforme a Polícia Militar (PM), o suspeito atirou na cabeça da vítima e fugiu.
A mulher foi socorrida pelo irmão e pelo pai dela e levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Em seguida, foi transferida para o Hospital do Rocio, mas morreu no mesmo dia.
Conforme o cunhado, a festa ocorreu na casa do irmão da vítima e o casal estava junto havia três meses.
Suspeito de matar namorada durante a ceia de Natal é preso
Reprodução/RPC
A vítima deixou um filho de 12 anos, que foi acolhido pela irmã e o cunhado. Evelaine perdeu o filho mais novo, de sete anos, para o câncer no dia 10 de dezembro.
“Ela era uma pessoa muito doce, estava sofrendo demais pela perda do caçula dela. Foi muita maldade. Foram 15 dias da morte do filho dela e mais essa situação para desgraçar a família”, contou Maier.
O suspeito vai responder pelo crime de feminicídio, com pena de 15 a 30 anos.
O G1 tenta localizar a defesa de Alexandre Nascimento.
Polícia prende suspeito de matar a namorada em Campo Largo
Paraná registra em média 13 casos de feminicídio e de tentativas do crime por mês, diz MP
Paraná tem alta de 13% no número de mulheres assassinadas
VÍDEOS: Monitor da Violência
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima