A Voz do Povo do Oeste

corpos-das-vitimas-de-acidente-de-aviao-sao-enterrados,-em-goioere

Corpos das vítimas de acidente de avião são enterrados, em Goioerê

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Valdecy, Luciana, Beatriz e Júlia Cruzeiro morreram na terça-feira (29) durante uma viagem do noroeste do Paraná ao litoral do estado. Corpos foram sepultados nesta quinta-feira (31). Valdecy, Luciana, Beatriz e Júlia Cruzeiro morreram após avião cair na área rural de Mato Rico
Arquivo da família
Os corpos de quatro pessoas de uma mesma família, que morreram em um acidente de avião, foram sepultados no cemitério municipal de Goioerê, no noroeste do Paraná, nesta quinta-feira (31).
Valdecy, Luciana, Beatriz e Júlia Cruzeiro morreram na terça-feira (29) após o avião em que a família estava cair na área rural de Mato Rico, na região central do estado. A família viajava de Goioerê para o Litoral do Paraná.
‘Ficha ainda não caiu’, dizem familiares das quatro vítimas mortas após queda de avião no Paraná
Vítima publicou vídeo em rede social embarcando em avião momentos antes da queda no Paraná
Os corpos das vítimas foram liberados do Instituto Médico-Legal de Guarapuava, também na região central, no fim da tarde de quarta-feira (30).
Na sequência, os corpos foram levados para Goioerê, onde a família morava.
O velório ocorreu da meia-noite até as 10h desta quinta-feira, no Ginásio 10 de Agosto.
Sepultamento ocorreu no cemitério municipal de Goioerê
Rafael Costa/RPC
O acidente
A família estava em um monomotor que caiu uma hora depois da decolagem na área rural de Mato Rico. Partes da aeronave foram encontradas em uma lavoura e em um rio da região.
Valdecy pilotava a aeronave quando aconteceu o acidente. Ele tinha mais de 20 anos de experiência e, segundo a família, era responsável pelo aeroporto de Goioerê.
Avião caiu no Rio Macaco, entre Mato Rico e Roncador, na região central do Paraná
Jorge Tolim/Você e Região
O piloto do avião e a mulher, Luciana, gerenciavam juntos uma empresa de materiais de construção. A filha mais velha, Beatriz, tinha um consultório odontológico. A mais nova, Júlia, estava prestando vestibular para odontologia.
Os corpos foram levados para o IML de Guarapuava e chegaram ao local cerca de 15 horas depois do acidente. Peritos especializados em identificação de vítimas de desastres foram chamados.
Na quarta-feira, agentes do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), que é um órgão da Força Aérea Brasileira (FAB), estiveram no local.
De acordo com os registros da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) o avião estava em situação regular.
As causas do acidente são investigadas.
Corpos das vítimas foram enterrados em Goioerê
Rafael Costa/RPC
VÍDEOS: Paraná
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima