A Voz do Povo do Oeste

primeira-etapa-da-perimetral-leste-oferta-40-vagas-na-construcao-civil,-em-foz-do-iguacu

Primeira etapa da perimetral leste oferta 40 vagas na construção civil, em Foz do Iguaçu

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Perimetral é financiada pela margem brasileira de Itaipu e ajudará a desviar o trânsito de cargas pesadas da área central e turística da cidade. Canteiro de obras está na fase de montagem. Canteiro de obras da Perimetral Leste está em andamento, em Foz do Iguaçu
Alexandre Marchetti/Itaipu Binacional
Para a primeira etapa de construção da perimetral leste, estão sendo ofertadas 40 vagas de trabalho para profissionais da construção civil, segundo a Itaipu Binacional.
A obra ajudará a desviar o trânsito de cargas pesadas da área central e turística da cidade e é financiada pela margem brasileira da hidrelétrica.
Conforme a Itaipu, o canteiro de obras está na fase de montagem e, por isso, o recrutamento de profissionais está em aberto.
Os interessados devem enviar o currículo para o e-mail de uma das construtoras do projeto (paulo.brum@planaterra.com.br).
As vagas disponíveis são para pedreiros, carpinteiros, eletricistas e operadores de máquinas.
Projeto como deve ficar a perimetral leste, em Foz do Iguaçu
Itaipu Binacional/Divulgação
Perimetral leste
Conforme a Itaipu, a construção deve começar no início de 2021 e ser entregue em meados de 2022.
Para a perimetral, a usina informou que o investimento é de mais de R$ 140 milhões.
O novo acesso fará a ligação entre a Ponte da Integração, que está sendo construída sobre o Rio Paraná, e a rodovia BR-277, com 15 quilômetros de extensão. O objetivo do projeto é solucionar o problema logístico do trecho.
O projeto preliminar prevê três trevos, um na BR-469, outro na BR-277 e uma rotatória alongada próximo ao presídio. Além de duas travessias em desnível, nas avenidas Felipe Wandscheer e República Argentina, onde passarão caminhões, carros, ônibus e motos.
A Itaipu informou que cada estrutura dos trevos terá quatro alças giratórias, que permitirão o acesso e saída de cada pista e em todos os sentidos do entroncamento rodoviário. A estrutura no acesso à Argentina terá duas alças giratórias.
As estruturas devem viabilizar o fluxo de veículos na Rodovia das Cataratas, nos cruzamentos da Rua Maria Bubiak com as avenidas República Argentina e Felipe Wandscheer, e na Rua Pavão, no acesso aos presídios da região do Bairro Três Lagoas.
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) é o órgão responsável pela supervisão do empreendimento, que é gerenciado pelo governo do Paraná por meio do Departamento de Estradas de Rodagem (DER).
Ponte da Integração
Após a entrega da Ponte da Integração, entre Presidente Franco, no Paraguai, e Foz do Iguaçu, o tráfego de caminhões será restrito na Ponte Internacional da Amizade, que liga o Brasil a Cidade do Leste.
Atualmente, os caminhões representam um transtorno para o trânsito de Cidade do Leste, que proibiu a passagem desses veículos durante o dia.
Em Presidente Franco não haverá este problema, pois haverá perimetral para desviar o tráfego da Ponte da Integração para fora da área central.
Cronograma
Projeção da aduana Brasil/Argentina com a perimetral
Itaipu Binacional/Divulgação
Conforme a Itaipu, a execução de todas as obras previstas no projeto da perimetral leste, incluindo as aduanas Brasil/Paraguai e Brasil/Argentina, será feita no prazo de 545 dias.
A atual aduana na fronteira com a Argentina será demolida.
O acesso à nova aduana será feito por um viaduto que será construído, ligando a Ponte da Integração à perimetral leste.
VÍDEOS: Mercado de trabalho no Paraná
Veja mais notícias da região no G1 Oeste e Sudoeste.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima