A Voz do Povo do Oeste

com-mais-tres-confirmacoes,-parana-chega-a-11-mortes-de-macacos-por-febre-amarela

Com mais três confirmações, Paraná chega a 11 mortes de macacos por febre amarela

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Boletim divulgado pela Sesa, nesta quarta-feira (23), aponta que não há casos confirmados em humanos, mas mortes dos animais pela doença alerta para circulação do vírus. Número de macacos mortos por febre amarela no Paraná chegou a 11, segundo o boletim da Sesa
7ª Regional de Saúde/Divulgação
O Paraná chegou ao total de 11 mortes de macacos por febre amarela, segundo boletim quinzenal divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), nesta quarta-feira (23).
Na comparação com o último relatório, foram confirmados mais três óbitos de animais pela doença, em Honório Serpa, no sudoeste, além de Cruz Machado e Palmas, na região sul.
Em boletins anteriores, já havia confirmações de mortes de macacos com o diagnóstico também em Coronel Domingos Soares, Clevelândia e Mangueirinha.
Confira o boletim completo
A secretaria destacou que não há nenhum caso confirmado em humanos no estado, mas que as mortes dos macacos pela doença alertam para a circulação do vírus nas regiões.
Os animais não transmitem febre amarela para humanos, portanto, a Sesa reforça a orientação para que a população não os mate. Caso um morador encontre um macaco morto, é necessário acionar a Vigilância Sanitária do município.
Conforme informado pela Sesa, 87 notificações de suspeita da doença em animais foram registradas em 20 cidades do estado. Deste total, 32 foram descartadas e 35 foram apontadas como indeterminadas.
Outras nove estão em investigação, em Curitiba, Araucária, Palmas, Cascavel, Quinta do Sol, Porto Rico e Assis Chateaubriand.
O levantamento considera o ciclo de monitoramento que começou em 1º de julho.
Vacinação
A prevenção contra a febre amarela é feita pela vacina. Desde julho de 2018, todos os municípios do Paraná são considerados área com recomendação da imunização.
As doses estão disponíveis pela rede pública de saúde. Pessoa com idades entre 9 meses e 59 anos que nunca tomaram a dose, devem ser imunizadas.
Sintomas da febre amarela
Arte/G1
Assista aos vídeos com os destaques desta quarta-feira (23)
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima