A Voz do Povo do Oeste

coronavirus:-associacao-comercial-de-matinhos-preve-queda-de-pelo-menos-10%-no-movimento-em-relacao-a-temporadas-anteriores

Coronavírus: Associação Comercial de Matinhos prevê queda de pelo menos 10% no movimento em relação a temporadas anteriores

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Dos 10 mil imóveis disponíveis nas praias do Paraná, apenas 3 mil já foram alugados, segundo sindicato. Resolução publicada pela Sesa determinou medidas de comportamento contra a Covid-19 para o verão em praias. Comerciantes do litoral esperam uma temporada abaixo do normal
Em meio à pandemia, alta no número de casos da Covid-19 e também de restrições mais rígidas, a Associação Comercial Empresarial de Matinhos (Acima), no litoral do Paraná, prevê uma queda de, pelo menos, 10% no movimento em relação a temporadas anteriores.
Mesmo assim, o presidente da Acima, Adriano Menine, está otimista.
“Hoje, o número que nós temos é 40% menor, mas avançando na temporada, querendo ou não, o turista vem mais após o Natal para curtir o verão aqui no município. Temos a expectativa que após o Natal retome um pouco esse faturamento das empresas”, disse ele.
CORONAVÍRUS NO PARANÁ: Veja as principais notícias
BOLETIM: Paraná soma mais 129 mortes, chegando a 7.400 óbitos e 381.409 casos
Na sexta-feira (18), uma resolução publicada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) determinou medidas de comportamento a serem adotadas durante o período do verão em praias, praias de água doce e balneários do Paraná.
Segundo o documento, as praias do litoral, praias de água doce, balneários, incluindo os pontos turísticos públicos ou privados podem ser frequentados para lazer individual ou de núcleo familiar, desde que haja distanciamento de, no mínimo, 1,5 metros entre as pessoas.
É obrigatório o uso de máscaras nos locais públicos e privados (com exceção caso as pessoas estejam comendo, bebendo ou na água).
Festas de Ano Novo estão canceladas no litoral do Paraná, diz associação
Bebidas e alimentos não devem ser compartilhados entre as pessoas, com exceção dos grupos compostos por pessoas de um mesmo núcleo familiar ou que morem juntos (mesmo assim, a Sesa orienta que se evite o compartilhamento).
A Sesa orienta ainda que as pessoas saiam de casa levando dispensador com álcool gel 70% para higienização das mãos, sacolas ou sacos plásticos para guardar máscaras quando precisarem tirar, máscaras adicionais para trocar sempre que ficarem úmidas.
Entre as pessoas de uma mesma família ou que morem juntos, a resolução determina que o grupo não seja formado por mais de cinco indivíduos. Confira todas determinações.
Veranistas em Matinhos; foto de arquivo
Bronson Almeida/RPC
Setor imobiliário
No setor imobiliário, a expectativa também está longe do esperado. Normalmente, nessa época do ano, 90% das casas e apartamentos disponíveis para a temporada já estão locados. Porém, neste ano a procura tem sido muito baixa.
Conforme o Sindicato dos Corretores de Imóveis do Litoral, dos 10 mil imóveis disponíveis nas praias do estado, apenas 3 mil já foram alugados.
“Nós esperávamos uma queda, mas não tão grande e significativa como essa. A gente sabe que é um momento em que tem que ter muito cuidado, nós estamos lidando com uma coisa que mexe com as vidas”, explicou Michel Wolff, diretor do sindicato.
Nos hotéis, que normalmente ficam lotados entre o Natal e o Ano Novo, a ocupação não deve passar de 50%, segundo estimativa da Associação de Hotéis, Pousadas, Restaurantes, Bares e Similares do Litoral Paranaense (Assindilitoral).
“Nós temos todos que ser responsáveis nessa hora muito complicada porque nós podemos ter uma bomba-relógio a partir do dia 5 de janeiro, que é o resultado de tudo isso do final de ano”, comentou Carlos Dalberto Freire, presidente da Associação de Hotéis do Litoral.
Comerciantes do litoral pedem respeito a medidas de prevenção e temem pelo impacto econômico na ‘melhor época do ano’
VÍDEOS: Pandemia do novo coronavírus no Paraná
Veja mais notícias da região em G1 Paraná.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima