A Voz do Povo do Oeste

cientista-russo-que-trabalhava-em-vacina-morre-em-‘circunstancias-estranhas’

Cientista russo que trabalhava em vacina morre em ‘circunstâncias estranhas’

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O cientista russo Alexander Kagansky, de 45 anos, foi encontrado morto após cair da janela do apartamento onde vivia, no 14º andar em um prédio de São Petersburgo, na Rússia, no último sábado (19). O homem trabalhava nos esforços do país para desenvolver uma vacina contra a Covid-19. Conforme relatado por autoridades locais, o corpo de Kagansky foi encontrado apenas com roupas íntimas com marcas de facadas.

Um homem, de 45 anos, foi preso suspeito de ter cometido o assassinato, informou o jornal “Moskovsky Komsomolets”. O periódico classificou as circustâncias da morte do cientista como “estranhas”. O detido, porém, foi solto por falta de provas nesta segunda-feira (21). Ele teria passado por um teste de “detecção de mentiras” na cidade russa.

A investigação, por ora, aponta que é possível que tenha havido uma briga antes de Kagansky cair do apartamento. O suspeito foi identificado como “um amigo de infância” do cientista e relatou, em depoimento à polícia, que ambos estavam “em uma comemoração de aniversário” de Kagansky, quando ele se esfaqueou e pulou do 14º andar do prédio, informou o “Moscow Times”.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima