A Voz do Povo do Oeste

dezembro-ja-e-o-mes-com-mais-casos-de-covid-19-em-maringa,-aponta-levantamento

Dezembro já é o mês com mais casos de Covid-19 em Maringá, aponta levantamento

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Entre 1º e 18 de dezembro, cidade contabilizou 5.039 novos casos da doença, cinco a mais do que em todo mês de novembro. Município tem mais de 20 mil diagnósticos e 269 mortes. Epidemias de Sars e Mers já ‘anteciparam’ algo em relação à Covid-19, diz especialista
Getty Images via BBC
O mês de dezembro se tornou o recordista em novos casos e mortes por Covid-19 em Maringá, no norte do Paraná, de acordo com dados da Secretaria Municipal de Saúde.
Entre 1º e 18 de dezembro, Maringá contabilizou 5.039 novos casos da doença – cinco a mais do que em todo mês de novembro. Em igual período foram confirmados 62 mortes, 37% a mais do que em todo mês anterior.
Em 15 dias, dezembro se torna o mês com o maior número de mortes por Covid-19 em Maringá
Veja no gráfico a distribuição de casos da doença por mês, em Maringá. Os dados de dezembro vão até o dia 18, enquanto os demais representam o mês completo.
De acordo com boletim de sexta-feira (18), da prefeitura, Maringá tem 20.494 casos e 269 mortes provocadas pela Covid-19.
Em todo o Paraná, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) contabiliza 367.857 diagnósticos e 7.153 óbitos.
Novos recordes
Outros recordes que a doença bateu em Maringá estão nos números diários e semanais de novos casos e óbitos.
Prefeitura de Maringá prorroga decreto com medidas de controle do novo coronavírus
No dia 8 de dezembro, a Secretaria Municipal de Saúde confirmou o maior número de casos em um único dia: 536. Ao final daquela semana, o total acumulado foi de 2.168 novos casos, sendo novo recorde.
No caso das mortes, a pior semana é a atual, com 28 confirmações desde segunda-feira. Na quarta-feira (15), foram confirmadas 12 mortes, que é o maior número de confirmações de óbitos em um único boletim.
Ocupação das UTIs
A ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva exclusivos para Covid-19 na macrorregião Noroeste, formada por cinco regionais de Saúde, estava em 94% na manhã deste sábado (19).
De 140 leitos disponíveis para adultos na região, 132 estavam ocupados. Na sexta-feira, a ocupação chegou a 100%.
Segundo atualização das 10h30 deste sábado, a ocupação dos leitos do SUS na macrorregião Noroeste estava distribuída da seguinte forma:
11ª Regional de Saúde
Santa Casa de Campo Mourão: 12 UTIs e 11 ocupadas (91%)
Santa Casa de Misericórdia de Goioerê: 10 UTIs e todas ocupadas (100%)
12ª Regional de Saúde
Associação São Francisco de Assis (Umuarama): 8 UTIs e todas ocupadas (100%)
Instituto Nossa Senhora Aparecida (Umuarama): 4 UTIs e todas ocupadas (100%)
Uopeccan (Umuarama): 10 UTIs e todas ocupadas (100%)
13ª Regional de Saúde
FUNDHOSPAR (Cianorte): 6 UTIs e todas ocupadas (100%)
14ª Regional de Saúde
Santa Casa de Paranavaí: 10 UTIs e 9 ocupadas (90%)
15ª Regional de Saúde
Hospital e Maternidade Santa Clara (Colorado): 10 UTIs e 8 ocupadas (80%)
Santa Casa de Maringá: 5 UTIs e todas lotadas (100%)
Hospital Santa Rita (Maringá): 5 UTIs e todas ocupadas (100%)
Hospital Municipal de Maringá: 25 UTIs e 23 ocupadas (92%)
Hospital Universitário de Maringá : 20 UTIs e 18 ocupadas (90%)
Hospital Metropolitano de Sarandi: 15 UTIs e todas ocupadas (100%)
VÍDEOS: Vacina contra a Covid-19 no Paraná
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Norte e Noroeste.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima