A Voz do Povo do Oeste

vacina-contra-a-covid-19-da-ufpr-induz-producao-de-anticorpos-em-camundongos,-aponta-estudo

Vacina contra a Covid-19 da UFPR induz produção de anticorpos em camundongos, aponta estudo

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email


Resultados da 2º fase da pesquisa mostram produção de anticorpos ‘comparáveis e até superiores’ ao da vacina que está sendo produzida pela Oxford, segundo a instituição. Pesquisadores da UFPR trabalham para desenvolver uma vacina contra a Covid-19
Marcos Solivan/UFPR
A vacina contra a Covid-19 que está sendo desenvolvida pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) induziu produção de anticorpos durante a segunda fase de testes em camundongos. Atualmente, os testes com o imunizante estão na fase pré-clínica.
A primeira fase dos testes, divulgada pela universidade em setembro, também já havia apontado a produção de anticorpos nos camundongos.
Ministério da Saúde prevê receber 93,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até março
Segundo a UFPR, a produção de anticorpos são “comparáveis e até superiores” com os que foram registrados pela vacina que está sendo produzida pela Universidade de Oxford em parceria com a a AstraZeneca.
Com o resultado, agora os pesquisadores pretendem descobrir se os anticorpos produzidos são capazes de neutralizar o novo coronavírus, impedindo que ele infecte as células do organismo.
De acordo com a universidade, os pesquisadores acreditam que são boas as chances de que vacina produzida no Paraná tenha o efeito neutralizante.
Além disso, novos estudos pretendem saber se a vacina consegue induzir a produção de anticorpos mesmo se tiver menos antígenos, que são partículas do novo coronavírus utilizadas na fabricação do imunizante.
Caso a redução da carga se mostre eficiente, o custo da vacina produzida pela UFPR poderia ser menor, tornando o imunizante mais econômico.
Testes clínicos
A UFPR informou que pretende finalizar a fase pré-clínica na metade de 2021.
Para a realização dos testes clínicos em humanos, a universidade disse que serão necessárias parcerias para garantir boas práticas de fabricação e aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).
Os pesquisadores também estão testando um imunizante com aplicação nasal.
VÍDEOS: Vacina contra a Covid-19 no Paraná
Initial plugin text
Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima