A Voz do Povo do Oeste

pais-terao-que-pagar-r$-516-mil-por-destruirem-colecao-porno-do-filho-de-42-anos

Pais terão que pagar R$ 516 mil por destruírem coleção pornô do filho de 42 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

David Werking, um estadunidense de 42 anos ajuizou um processo contra os pais pedindo reparação moral por eles terem jogado fora uma coeção de pornografia e brinquedos sexuais avaliada em quase R$ 200 mil. O juiz Paul Maloney, de Michigan, determinou sentença a favor do homem nesta sexta-feira (18). Os genitores terão que reparar o filho em cerca de R$ 516,5 mil.

Werking, que é descrito pela imprensa local como “um viciado em pornografia”, descobriu que doze caixas de sua coleção foram jogadas fora pelos pais, com quem vivia à época. Uma lista anexada aos autos do processo informou que ele mantinha 1.605 DVDs e fitas VHS com vídeos pornô, 50 brinquedos sexuais e “parafernálias” pornográficas diversas.

Conforme o jornal “Holland Sentinel”, o motivo que levou os pais a descartarem os itens do filho foi o “choque” que tiveram ao descobrir que parte do conteúdo retratava “assédio sexual, escravidão, incesto e sexo com menores de idade performado por atores com mais de 18 anos”.

“Eu não tenho palavras para expressar o quão profundamente chocado e desapontado fiquei. A única razão pela qual destruí a pornografia foi por me preocupar com a saúde mental e emocional do meu filho. Eu faria o mesmo se tivesse encontrado um quilo de cocaína ou de crack”, desabafou o pai de David, Paul Werking.

A defesa do homem alegou que os pais teriam destruído “uma coleção de itens insubstituíveis”. Os advogados de Beth, mãe de David, e Paul, alegaram, por sua vez, que eles tinham o direito de agir conforme fizeram por serem proprietários da casa. Na decisão, o juiz escreveu que “locatários não têm o direito de destruir a propriedade (de quem aluga ou vive na residência) que não gostam”. David vivia com os pais há alguns meses, após ter se divorciado. 

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima