A Voz do Povo do Oeste

astrazeneca-compra-empresa-de-biotecnologia-alexion-por-us$-39-bilhoes

AstraZeneca compra empresa de biotecnologia Alexion por US$ 39 bilhões

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O grupo farmacêutico britânico AstraZeneca anunciou neste sábado (12) a compra da empresa de biotecnologia americana Alexion, especializada em doenças raras, por 39 bilhões de dólares. 

Os conselhos de administração das duas empresas aprovaram a fusão, explicou em um comunicado a AstraZeneca. Esta é a maior operação de fusão do setor desde o início da crise de saúde.

A compra coincide com os trabalhos do grupo britânico em parceria com a Universidade de Oxford para desenvolver uma vacina contra a covid-19, cujos primeiros resultados indicam uma eficácia de 70%.

A AstraZeneca, especializada em oncologia, tratamentos cardiovasculares e para doenças respiratórias, reforçará com a Alexion sua posição nas áreas de imunologia e de pesquisas sobre doenças raras.

O acordo avalia cada ação da Alexion em 175 dólares, ou seja, um valor total de 39 bilhões de dólares por toda a empresa.

A operação ainda precisa das aprovações das agências reguladoras e dos acionistas dos dois grupos, que esperam finalizar a transação no terceiro trimestre de 2021.

Após a fusão, os acionistas da Alexion terão 15% do novo grupo.

“Alexion se estabeleceu como líder em biologia complementar, com benefícios de mudança de vida para pacientes com doenças raras”, afirmou o diretor executivo da AstraZeneca, Pascal Soriot, em um comunicado

“Esta compra nos permite reforçar nossa presença na imunologia”, completou.

Para Ludwig Hantson, presidente da empresa de biotecnologia americana, este “é um novo capítulo excitante para a Alexion”.

“Trazemos para a AstraZeneca um portfólio forte, tratamentos em desenvolvimento inovadores para doenças raras, uma força de trabalho global talentosa e sólidas capacidades de produção”, disse.

A AstraZeneca destacou que a compra estimulará os lucros a curto prazo e sinergias de 500 milhões de dólares antes do pagamento de impostos até o fim do terceiro ano posterior à aquisição.

Para financiar a grande compra, o grupo britânico receberá um empréstimo de 17,5 bilhões de dólares de vários bancos americanos.                

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima