A Voz do Povo do Oeste

Covid-19: Cascavel tem 100% dos leitos de UTI ocupados

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O secretário de Saúde de Cascavel, Thiago Stefanello, falou nesta quinta-feira (10), sobre a situação de Cascavel em relação ao coronavírus. Stefanello confirmou que o município está com ocupação de 100% dos leitos de UTI destinados ao atendimento de pacientes com Covid-19.

Ele afirma ainda que desde quarta-feira (08), Cascavel está em bandeira roxa, ou seja, risco muito alta de contaminação da doença. O município tem atualmente 46 leitos de unidade de terapia intensiva para atendimento da doença. No momento, todos estão ocupados e quatro pacientes da macrorregião aguardam uma vaga. “172 leitos de UTI foram abertos na Região Oeste do Paraná, sendo 46 leitos novos de UTI somente na cidade de Cascavel. Desde ontem, temos uma taxa de ocupação em 100% e pelo menos quatro pacientes na 10ª Regional de Saúde aguardando por um leito de UTI. sem a possibilidade de receber a assistência adequada”, alertou Thiago Daross Stefanelo.


Ainda conforme ele, o sistema privado também está com deficit, “A rede suplementar de saúde (hospitais privados) não se reestruturou e também está com deficit de leitos de UTI para tratamento contra a Covid. Isso também traz reflexos ao Sistema Único de Saúde, que por mais que abriu leitos chega o momento em que não há mais condições de ampliar as estruturas por falta de local ou equipamentos, ou ainda por falta de profissionais de saúde.”, ponderou o secretário.

O secretário afirma que o momento pede cautela e reflexão por parte de todas as pessoas em diferentes situações do cotidiano (aposentados, trabalhadores, comerciantes). A prioridade nos próximos dias deve ser a preservação da própria saúde, adiamento de planos familiares, respeito e cuidado com quem você convive e ama.

Atendimento nas unidades básicas de Cascavel
A estratégia da Secretaria de Saúde de Cascavel para o momento são as Unidades Básicas de Saúde exclusivas no combate à Covid para o atendimento à população. Elas funcionam, desde a última segunda-feira (07), das 7 da manhã às 22 horas. Além disso, há o atendimento por livre demanda no ambulatório do Hospital de Retaguarda.

“Pedimos às pessoas que procurem o atendimento precoce. Ou seja, aos primeiros sintomas junto às unidades de saúde exclusivas, ou até mesmo as UPAS nos finais de semana e durante a madrugada. Desde março, o município disponibiliza todos os medicamentos para o tratamento contra a Covid. No entanto, os remédios são dispensados apenas com autonomia de cada profissional médico, que saberá avaliar e diagnosticar cada caso”, finalizou Thiago.

Tarobá News.

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima