A Voz do Povo do Oeste

primeiro-piloto-a-romper-a-barreira-do-som-morre-aos-97-anos

Primeiro piloto a romper a barreira do som morre aos 97 anos

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O americano Chuck Yeager, uma lenda da aviação e primeiro piloto a romper a barreira do som, morreu na segunda-feira (7) aos 97 anos.

“Com profunda dor eu informo que o amor da minha vida, o general Chuck Yeager, morreu pouco antes das 21h” (23h de Brasília), escreveu Victoria Yeager na conta do marido no Twitter.

“Teve uma vida incrível, bem vivida, foi o maior piloto dos Estados Unidos e seu legado de força, aventura e patriotismo será recordado para sempre”, completou a viúva.

Victoria não anunciou a causa da morte do marido.

Yeager foi um piloto de combate na Segunda Guerra Mundial que ganhou fama ao romper a barreira do som na aeronave experimental Bell X-1 em 14 de outubro de 1947.

Sua façanha ajudou a pavimentar o caminho do programa espacial americano.

“Isto abriu a porta para o espaço, Star Wars, os satélites”, disse Yeager em 2007 em uma entrevista à AFP.

Seus testes como piloto foram posteriormente imortalizados no filme de 1983 “The Right Stuff” (“Os Eleitos” no Brasil).

“Contribuição brilhante”

Nascido em 13 de fevereiro de 1923 na pequena cidade de Myra, na Virginia Ocidental, Yeager cresceu consertando caminhonetes com seu pai.

Ele se alistou à Força Aérea em setembro de 1941, três meses antes da entrada dos Estados Unidos na Segunda Guerra Mundial. Começou como mecânico de aeronaves antes do treinamento como piloto.

Também estabeleceu outros recordes da aviação, mas na maior parte de sua carreira atuou como comandante militar de esquadrões de combate nas décadas de 1950 e 1960.

Passou para a reserva da Força Aérea em 1975.

O diretor da Nasa, Jim Bridenstine, lamentou a “enorme perda” e elogiou o “caráter pioneiro e inovador” de Yeager.

“A coragem de Chuck e suas façanhas são um testamento de sua força permanente, que o tornou um verdadeiro americano. O trabalho da Nasa Aeronautics deve muito a sua contribuição brilhante à ciência aeroespacial”, afirmou em um comunicado.

Os testes de Yeager a bordo do Bell X-1 em que rompeu a barreira do som renderam o apelido “homem mais rápido da Terra”.

O amigo de Yeager Chalmers “Slick” Goodlin, outro piloto de testes para os Laboratórios Bell, descreveu em uma ocasião o X-1 como uma “bala com asas”.

E de fato a aeronave foi concebida seguindo o modelo da bala calibre .50, com asas curtas e frente pontiaguda, o que permitia atravessar o ar com mais eficiência.

to/jh/lda/af/fp

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email
Redação A Voz do Povo Do Oeste

Redação A Voz do Povo Do Oeste

Notícias que talvez Você Goste

Rolar para cima